Pesquisar este blog

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Do contra



Por que o tempo tem o poder de mudança?
O que acontece quando resistimos a tais?
Toda palavra convence, mas falta mais.
Tudo muda, exceto quem resiste. E a esperança?

Esconde-se no ato de lacrimejar antes de dormir,
Quando fechamos os olhos, e lembramos da fé,
Seja em algo inexistente, ou que lhe dê força, para em pé
Manter-se; breve momento, cuja dor não se pode prevenir.

Quando alguém nos obriga a mudar, por amor ou dor,
Nem sempre mudamos da maneira certa, devido a pressão.
São nessas horas que nossas vidas aos poucos perdem cor,

E lentamente, quase sem se perceber, descansa o coração.
Nem sempre todos os males que chegam são para nosso bem.
E sentados ficamos, aguardando, ficando das escolhas, sem.

Davi mes ramo


Discussões. Não importam o tamanho, as seqüelas
São sempre as mesmas, dor, torpor, raiva, ódio...
Lágrimas descem queimando o rosto. Sim, elas
Ferem a alma, mas não conseguem alcançar o pódio.

No dia seguinte tudo parece normal, até sentir
Algo diferente, pesado e sombrio, no ar.
E assim seguem-se os dias, sem descobrir
Quando tudo realmente irá passar.

Dias cinzas escurecem a alma,
E por entre nuvens, rasgam-se raios
De sol aquecendo do corpo a palma

Da mão. Como se fosse janeiro, já é maio.
O tempo não se mede, mas sente na vida...
A vida não se vale, verdadeiro suicida.