Pesquisar este blog

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Atrás da máscara está um amor

Mostre quem tu verdadeiramente és, vá para a luz.
Tire a máscara e deixe-me olhar nos teus olhos
Para que eu veja quem realmente segue a cruz
Divina, dos amantes da fé, o amor dos sofredores.

Já estou farto de esperar, aqui, ouvindo o mesmo som
Há horas, a mesma música, só para tentar imaginar
Como seria o teu rosto, a cor dos teus olhos, como seria bom
Se eu pudesse saber como é a mulher quem vou amar...

Abra os caminhos para mim, Oh Deus, chega de escuridão.
Nas sombras certamente não estarás, fui procurá-la
E perdi-me... Agora encontrar o caminho para a luz é a missão...

Mas teu amor me guiou e me trouxe para cá, para amá-la...
Mesmo na luz, as pessoas continuam com máscaras, sem saber
Que seus amores estão procurando pelos rostos detrás delas.

-Namur...

Corridinha

Dormia. Até o som do despertador ecoar no ambiente.
Levantei-me depressa, arrumando-me para correr,
Manhã cinza parecia que o céu estava meio doente
Com toda essa gente que pode ser feliz, mas prefere sofrer.

E então corro, corro das sombras, liberto-me, e corro
Deixando para trás as mágoas, as dores de um garoto.
Só então, depois de tanto correr, chego ao topo do morro
E vejo todo o horizonte, tendo em minhas mãos, o broto

De rosa vermelha, que lhe daria se estivesse comigo...
Pergunto-me como sobrevivera alimentando-se só de gotas
De lágrimas escorridas, por um caminho árduo que sigo...

Desço-o correndo, deixando para trás tudo e as garotas,
Até não agüentar mais, estando sem fôlego pra continuar,
E chegar ao destino que o destino prometeu; amar.


-Namur...