Pesquisar este blog

sábado, 13 de fevereiro de 2010

A cada passo uma lembrança

Hoje me peguei debruçado sobre minha janela
E lembranças surgiram de ontem na estrada.
Inevitavelmente surgem vestígios dela...
Mas tudo é levado para longe pela lufada

E o amanhã chega e o ontem não passa
De mera lembrança vaga que será esquecida
Com o tempo que chega e como papel as amassa.
E o amanhã chega deixando para trás a querida

Lembrança do ontem, abrindo um novo espaço
Para a lembrança que virá do hoje, antigo amanhã.
O passo para frente será o passo de trás por que

Ninguém dá, em toda vida, somente um passo.
Nossas vidas não passam de lembranças que
Serão esquecidas e apagadas e enfim, renovadas.



Imagine-se fazendo uma caminhada. Para você chegar a um lugar é preciso dar um passo à frente. Mas um só passo não é o bastante, não obstante quão crucial ele seja, apenas um passo não basta. É preciso uma série de passos... E parando para pensar, damos um passo e logo em seguida damos outro, e depois outro e outro... Deixando o primeiro passo para trás, deixado cair no esquecimento, sendo só mais um passo de tantos outros que damos, e que daremos. Assim seja para todos os passos, sempre daremos mais um, deixando o último que já foi o próximo, para trás. Embora nos arrependamos de tê-lo dado ou não, ele ficara para trás. O vento soprará e apagará os passos dados. A vida é como uma caminhada. Ela é um conjunto de passos dados, ou nesse caso, um conjunto de lembranças vividas. Por mais belas que sejam, elas passam. Outras novas assumirão o seu lugar. Não podemos voltar e revivê-las, mas podemos mantê-las vivas em nossas mentes. Ou simplesmente, deixar que o vento haja.”

- Namur...

Ósculo da morte

Eu pensava saber o que queria
E quando conquistei, não era
Como pensava que realmente seria.
Apenas libertei a aprisionada fera...

Lágrimas assumiram o lugar do sorriso
E sangue assumiu o do esperado amor.
Fez-se o inferno meu suposto paraíso
Agora nada sinto além de dor.

Tiraria a animação desta carcaça,
Já que para nada ela é útil.
Acabaria com esse teatro sem graça

Onde o ator principal é um inútil...
Um dia pensei que sabia
Noutro, na certeza de que morreria.

-Namur...

Soneto distante

De ti não queria estar distante.
Mas a realidade é essa, e é assim que tem que ser.
Sinto em meu peito um vazio gritante
Uma vontade de correr para te ter.

Quando nos esbarramos na rua
Meu peito entra num tipo de erupção
Uma vontade de ver-te nua como a lua.
Algo no qual admiro e tenho como obsessão.

De ti não queria estar distante.
Do que me vale os olhos fechar
E ver-te, abri-los e ver a dor latejante?

Quando nos esbarramos na rua
Meus olhos puderam te encontrar
E mostrar-me que minha essência era a tua.


-Namur...Itálico

Militar



Ser militar não é pra qualquer pessoa
Não basta apenas ser boa.
Militar não precisa ter sorte
Mas aguentar a dor, ser forte.

É preciso que haja força de vontade
E impreterivelmente, intensa dedicação.
Acabamos com nossas maiores dificuldades
Para defendermos a nossa amada nação.

Enfrentamos grandes barreiras
Vamos onde ninguém ousa ir...
Damos o máximo a vida inteira

Sem nunca pensar em desistir.
Diferente dos demais, o militar ordena e faz
Empenhando-se e garantindo a paz.

-Namur...