Pesquisar este blog

sábado, 7 de fevereiro de 2009

Meu quebra-cabeça

Às vezes me pego montando suas partes.
Mais nada que eu tente fazer ficará igual.
Nada ficará igual ao nosso planeta marte.
Sem suprimentos, pois você era o meu.

Lembro-me e relembro-me do angelical
Sorriso. Abro os olhos e tudo some.
Vejo um mundo diferente que do seu.
Não vejo o que a fez desistir e isso me consome.

Você é meu quebra-cabeça
Que ainda falta um pedaço.
Parece ser tão pequeno quanto o espaço...

Não que eu não o mereça,
Mais antes que você esqueça
Não darei o último passo...


O.N.Á.B.

Envenenado

Sou puro desejos...
Ela quer me envenenar.
Um beijo.
Não consigo mais enxergar...

Seu veneno corre por minhas veias.
Cada batimento parece ser letal.
Estou preso em pegajosas teias...
Ela me envolve e afasta-me todo mal.

Seu veneno me deixa alienado.
Seu veneno inibe meu torpor.
Seu veneno ainda me deixa envenenado.

Seu veneno é teu amor.
Meu amor é teu veneno.
O universo perto dele é pequeno.


Omar Namur

Um perdido primo

Só posso dizer que antes de me perder,
Eu já estava perdido, sem saber, iludido.
Só sei que antes eu não entendia o poder,
Agora mesmo que nada mais faz sentido.

Vocês não sabem o que quer. Indecisas.
Quem sabe o que quer passa a não saber.
A grande parte, assassinas, homicidas,
Que não nos permite da sua natureza entender.

Vago pelos dias embriagados,
Como o conjunto vazio,
Que em todos está presente

E que em nenhum faz diferença.
Como um número primo não primo,
Que só tinha dois em comum, agora um.


Omar Namur

Perguntas

Por onde anda a nossa mãe natureza?
Por onde anda o nosso bom senso?
Por onde anda toda aquela sua destreza?
Por onde anda aquele amor intenso?

Por onde andam as pessoas certas?
Por onde andam as garotas espertas?
Por onde andam nossos amores?
Por onde andam nossos esplendores?

A questão em si não é por onde deixou de andar.
A questão é por onde você deseja caminhar.
A questão de fato é que as oportunidades não voltam.

A questão é que viver não é tão fácil como se fala.
A questão é que tudo sempre anda em constante mudança.
A questão é que nem sempre quem espera sempre alcança.




Experimente esperar dentro de uma caverna para ver se chegará todos seus sonhos/objetivos; é verdade que é verdade que a verdade nem sempre nos diz a verdade, pois a verdade é como um imã para a mentira da verdade; é verdade que o vulgo namorado(a) é namorado? É verdade que o futuro só depende de nós? É verdade que quem ama precisa ser amado? É verdade que para ser amado é preciso antes fazer alguém não se sentir amado? É verdade que para viver é preciso saber viver? Afinal, Por onde anda a verdade?” O.N.Á.B.

Homicida/Suicida

O futuro agora é presente.
O futuro agora é passado.
O futuro agora é ausente.
O futuro agora é fechado.

O hoje que um dia foi amanhã, é sedentário.
O passado que já foi hoje está trancado no armário.
O mesmo ser que comete homicídio,
O está a si mesmo cometendo suicídio.

O poder não significa saber.
O amor não significa doer.
O que realmente importa, é

O que sinceramente nada importa.
O nada que podemos descobrir é
O tudo antes de sucumbir.


O.N.Á.B.