Pesquisar este blog

quinta-feira, 31 de julho de 2008

O meu amor

Foi quando a conheci que eu nasci...
E será pela falta do seu amor que eu morrerei...
Já faz algum tempo que eu descobri,
Que não serei eu a fazer você mudar de idéia. Isso sei...

E se tal coisa acontecer,
Se eu realmente morrer,
O meu amor vagará por toda eternidade...
Assim como toda minha integridade...

Eu quero dar meu amor a você, e não a outra pessoa...
É em ti que depositarei toda minha felicidade.
Mas diga-me, o quê te atordoa?

O fato de não me amar?
Se com meu amor queres acabar,
Terás primeiro que me matar...


Mas saiba que nem assim ele morrerá...
Por toda eternidade ele vagará.


O.N.A.B

Irá o fim preceder o começo?

Quantas pessoas mais terão que morrer,
Para que todos enxerguem a realidade?
Aconteça o que acontecer,
Não desistirei de tentar convencer a humanidade...

O mundo não gira a favor de ninguém...
Vamos todos juntar nossas mãos e fazer o bem!
Andem logo antes que seja tarde de mais.
Eu quero fazer com que todos encontrem a paz,

Posso morrer tentando, mais minha parte fiz.
E você será que fez a sua?
De tudo que acontece, o que você me diz?

Já cansei de ver pessoas nuas,
Tendo que fazer isso para sobreviver...
Quando que a sociedade irá amadurecer?



O.N.A.B

terça-feira, 29 de julho de 2008

O mais sombrio desejo

Sinto que a tristeza tem andado ao meu lado.
Ultimamente tenho andado com medo de viver...
Eu sinto a dor de ser desprezado...
Eu sinto como é a dor de morrer.

Se tem uma coisa que não temo, é a morte.
Com o tempo agente descobre quem é o verdadeiro culpado.
E se tem algo que temo é ficar sozinho na vida...
Mas no fundo todos sabemos que temos sorte.

Eu sinto que fui arrastado,
Por algo que quis fazer de você esquecida...
Estou cansado de chorar pelos cantos desse lugar.

Eu tenho muito medo do que irei me tornar...
Eu tive um sonho que assustou minha alma...
Não quero mais presenciar esse trauma...

Eu quero a cura para minha doença.
Eu quero dar um fim nessa sentença...
Que me trouxe maus pensamentos...
Você prometeu ouvir todos meus sentimentos.

Eu estou disposto a me sacrificar...
Para algum dia, não cometerem o mesmo erro que eu...
Sofrer por algo que por sua vez, não terá onde descansar.


Omar Namur De Ávila Baldo

segunda-feira, 28 de julho de 2008

O desabrochar

Ouça o que eu tenho a lhe dizer, por favor...
Não quero ser um homem namorador...
Quero ter você antes que seja tarde...
Diga-me, qual o segredo de toda sua felicidade?

Parece que você nunca sentiu dor...
Mais minha vida sem você é sem cor.
Aqui está diferente, isso arde...
Deverei eu ter mais maturidade?

Apenas veja que não sou um ator!
Eu só quero lhe dar amor...
Mas não sei qual é a verdade...

Só sei que não quero ficar no poço... Quero liberdade.
Se desabroche minha flor...
Não quero viver este horror.

O bater de asas

Diga-me seu maior medo,
Para com ele eu acabar.
Diga que não é cedo,
Para eu poder me apaixonar.

Você é linda da cabeça aos pés...
Você me deixa louco em menos de um minuto...
Em minha mistura você é o soluto.
Nem se pudesse, eu a prenderia num convés...

Como a lagarta você irá saber
A hora de virar borboleta.
Uma escolha errada e irá retroceder...

Eu já paguei minha boleta...
Você irá deixar vencer esse mês?
Por que paga a prazo,

Se pode pagar tudo de uma vez?
Eu não ligo... Você continua no meu peito...
E eu não quero que saia tão cedo.
Eu já lhe faltei com respeito?

Diga-me teu segredo,
Para eu lhe dar o que deseja...
Farei de você minha realeza...


Será que não vê minha pureza?

Aquela garota

Tinha dias que eu a odiava...
Tinha dias que eu não queria nada...
Hoje vejo o quanto eu a amava...
Eu queria fazê-la sentir-se amada.

Ela foi embora...
E junto a ela foi meu coração...
Não chegou até agora...
Onde está a tua compaixão?

Quando a vejo... Só penso em tê-la por perto.
Quando olho nos olhos dela... Esquece...
Será que não estou certo?

Sabia que só há uma coisa que me enlouquece?
Minha paixão por ti é escrota...
Eu quero aquela garota...

Nunca será

Nunca é cedo para amar...
Nunca é tarde para se perdoar alguém...
Nunca é cedo para aprender...
Nunca é tarde para contar...

Nunca é cedo para buscar outrem...
Nunca é tarde para sofrer...
Nunca é cedo para ir dormir...
Nunca é tarde para mentir...

Nunca é cedo para fazer amizade...
Nunca é tarde para visitar aquela cidade...
Nunca é cedo para brincar...

Nunca é tarde para se machucar...
Nunca é cedo para se arrepender e
Nunca é tarde para morrer.


Na vida nunca é tarde para tentar uma outra vez!