Pesquisar este blog

quarta-feira, 21 de maio de 2008

Poço profundo

Às vezes me sinto confuso, tenho medo,
Talvez não conheça nada do mundo; não estou certo.
Acho que ainda está cedo,
Não cheguei nem um pouco perto.

Queria te contar um segredo!
Mas ando meio incerto...
Pra dizer a verdade, você já sabe,
Mas de faz de desentendida...

Não entendo porque a vida é assim...
Será que ela sempre foi ou eu que a tornei desse jeito?
Não sei mais o que me conduz... Quero o fim.

Mas antes do fim, quero que me diga o que sente,
Não se sinta invadida, eu lhe trato com respeito!
Se estiveres perdida, eu a guiarei para a luz.



¥Ψ Blackheart Ψ¥

Um pedido de desculpas

Desculpe por ter sido tão cruel;
Ter sido tão severo,
Perdoe-me se fui exigente.
Apenas gostaria de estar no céu.

Nesse tempo todo, fui sincero.
Tento esquecer-te, porém não saístes da minha mente...
Queria ter-te ao meu lado, meu doce mel,
Se não a vejo, me desespero.

Sei que não estou sempre presente,
Mas confie em mim, sou fiel.
Por você eu espero...

Penso em você diariamente,
Entretanto, estou cansado de conversar através de um papel.
Ter você perto de mim é tudo que quero.




¥Ψ Blackheart Ψ¥